Treinos no “pontapé de saída” em Boticas

A derradeira prova do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016, que este fim-de-semana visita a Vila de Boticas, já está na estrada, com a realização da primeira subida de treinos da Rampa de Boticas, prova organizada pela Demoporto e apoiada fortemente pela edilidade local. Nesta primeira abordagem de todos os pilotos ao traçado transmontano, o mais rápido em termos absolutos e na Categoria 1 foi Pedro Salvador em Norma M20FC, com o piloto flaviense a realizar a marca de 2:02s628. Rui Ramalho em Osella PA21s Evo foi o segundo seguido pelo seu irmão, Paulo Ramalho em Juno CN09. Com uma excelente subida em 2:18s516, José Correia colocou o seu Nissan GT-R GT3 na quarta posição absoluta, sendo o mais rápido na Categoria 2, secundado em termos de categoria por Edgar Reis e Gonçalo Manahu, ambos em Porsche 997 GT3 Cup. Com 2:19s501, Luis Nunes em SEAT Leon Cup Racer destacou-se na Categoria 4, com José Cerqueira em segundo lugar. Manuel Correia em Ford Fiesta R5, obteve o tempo de 2:19s694 e foi o sétimo mais rápido à geral, garantindo a primeira posição na Categoria 3, com uma grande vantagem para os Citroën Saxo Cup de Sérgio Nogueira e Jorge Meira. Regressado ao campeonato de montanha, José Silvino Pires dominou na Categoria 5 com o seu Ford Escort MKI, realizando a marca de 2:31s053. Pedro Cerqueira em BMW E30 e Carlos Oliveira em Porsche 911 RS ocuparam as duas posições seguintes. A competir sozinho na Categoria 6, Martine Pereira (Lola T70) completou a subida em 2:46s185. Na Taça Nacional de Montanha o mais rápido foi Leonel Brás (2:53s841) em Citroën AX Sport, na frente de Roberto Meira em Fiat Punto Sport. Único a dar corpo à Taça Nacional de Clássicos Montanha, Domingos Fernandes em Autobianchi A112 fez o tempo de 3:38s935.